A icônica história de amor dos leões africanos Hubert e Kalisa chegou a um final agridoce em 2020.

O inseparável casal que se tornou muito popular no Zoológico de Los Angeles foi sacrificado devido ao declínio do seu estado de saúde e doenças relacionadas à idade.

Os companheiros de longa data tinham 21 anos e sobreviveram em muito à sua expectativa de vida normal de 14 a 17 anos, disse o zoológico em comunicado. Enquanto os fãs lamentavam a morte dos majestosos felinos, muitos se confortavam ao saber que nenhum deles precisava viver sem o outro.

“É com pesar que anunciamos a perda de nosso par de leões africanos, Hubert e Kalisa. A equipe de cuidados com animais e de saúde tomou a difícil decisão de sacrificar com humanidade os leões de 21 anos hoje devido ao declínio de sua saúde e idade avançada”, anunciou o Los Angeles Zoo & Botanical Gardens nas redes sociais.

“Hubert e Kalisa são uma parte icônica da experiência do LA Zoo, e nossa equipe e convidados foram tocados por sua companhia leal”, disse Denise Verret, CEO e diretora do zoológico do LA Zoo. “Esses companheiros afetuosos chegaram ao Zoológico de Los Angeles seis anos atrás e rapidamente se encantaram em nossos corações enquanto observamos sua magnífica beleza e vínculo único”.

“Foi dito muitas vezes que você não vê Kalisa sem Hubert por perto”, acrescentou Verret. “Então, embora seja realmente de partir o coração que tivemos que dizer adeus a esse par icônico, podemos nos confortar em saber que eles partiram juntos. Esses leões continuarão sendo uma parte positiva de nossa história e farão muita falta”.

De acordo com a revista People, Hubert nasceu no Lincoln Park Zoo de Chicago em 7 de fevereiro de 1999, e Kalisa em 26 de dezembro de 1998, no Woodland Park Zoo de Seattle, onde o casal foi apresentado.

Leia também: “Faço delivery de comida, mas passo fome”, diz entregador que dorme nas ruas de SP

Eles se mudaram para Los Angeles juntos em 2014 e enquanto Hubert era pai de 10 filhotes, ele nunca teve nenhum com Kalisa.

“Esta é uma perda muito difícil para nossa comunidade do zoológico. Você não pode pensar em Hubert sem pensar em sua companheira, Kalisa; eles são um casal inseparável há anos”, disse Alisa Behar, curadora de mamíferos do zoológico, em uma coletiva de imprensa. “No início da manhã, a equipe costumava ouvir os rugidos de Hubert ao acordar, e eu pessoalmente sentirei falta de ouvi-los em minhas caminhadas pelos jardins”.

“Com uma expectativa de vida média de 17 anos em zoológicos, Hubert e Kalisa foram considerados idosos quando chegaram ao zoológico de Los Angeles em 2014, vindos do zoológico de Woodland Park, onde se estabeleceram pela primeira vez.

Eles rapidamente se tornaram os favoritos do zoo, e eram conhecidos por seus abraços e afagos frequentes”, acrescentou a equipe de cuidadores em um comunicado. Verret creditou as equipes veterinárias e de cuidados com animais do zoológico pela longevidade dos leões, dizendo: cuidado humano e a vida selvagem.”

Falando ao portal LA Times, a diretora de programas de animais, Beth Schaefer, disse que os leões eram “carismáticos juntos como parceiros e separadamente” e que “sua atenção total estava sempre no outro enquanto descansavam juntos, abraçados e aninhados com frequência”.

Quando questionado por um usuário do Instagram sobre sua decisão de sacrificar Hubert e Kalisa em vez de deixá-los morrer de velhice, o zoológico respondeu: “Ambos os leões estavam em declínio de saúde nos últimos dois meses, com um declínio mais rápido nas últimas duas semanas. A equipe de saúde animal vinha monitorando Hubert há vários meses devido à lenta perda de peso quando também foram alertados para um declínio mais rápido na mobilidade de Kalisa.”

“Ambos os leões começaram a perder mais peso no último mês e ficou claro que sua qualidade de vida também estava diminuindo”, acrescentou. “A força de seu vínculo social sempre foi clara; sacrificar apenas um desses indivíduos teria sido mais difícil, mas com os dois leões com problemas médicos, essa decisão, felizmente, não precisou ser tomada”.

Leia também: Inspirado em Pablo Picasso, menino de 10 anos conquista galerias com suas obras de arte abstratas

Fonte: UpWorthy

Compartilhe o post com seus amigos! 😉

RECOMENDAMOS